Azos levanta R$ 30 milhões em extensão de rodada series A


Por Redação

20/05/2022  às  10:08:21 | | views 82


@Ovo Comunicação
Renato Farias, Rafael Cló e Bernardo Ribeiro, sócios e fundadores da insurtech Azos

Investimento foi liderado por uma das maiores empresas de resseguro do mundo, a Munich Re, que realizou seu primeiro aporte em uma insurtech da América Latina


A Azos, insurtech brasileira que cria e comercializa seguros de forma digital e por meio de corretores parceiros, realizou uma nova rodada de investimento e levantou R$ 30 milhões. O valor será utilizado para desenvolver o canal corretor e expandir a atuação da empresa a partir de parcerias com empresas de tecnologia.

 

Liderado pela Munich Re Ventures, o braço de capital de risco do Grupo Munich Re, uma das maiores empresas de resseguro do mundo, o aporte é uma extensão do round series A realizado em novembro do ano passado, quando a empresa recebeu R$ 55 milhões para alavancar sua operação, ampliar as soluções tecnológicas e desenvolver novas linhas de produtos.

 

A extensão da rodada tem um significado especial para a Azos. Trata-se do primeiro investimento recebido pela insurtech por uma empresa especializada no setor de seguros. Os rounds anteriores foram liderados por fundos focados em tecnologia, inovação e empreendedorismo, como Prosus, Kaszek Ventures, Maya Capital e Propel. Além disso, este foi o primeiro aporte realizado pela Munich Re em uma insurtech na América Latina.

 

"Estamos muito contentes com a extensão da rodada. Os recursos vão nos ajudar a desenvolver melhor a experiência dos nossos parceiros e a manter um ritmo acelerado de crescimento das vendas. Ao mesmo tempo, esse investimento não deixa de ser um reconhecimento. Até então, tínhamos a validação dos fundos de tecnologia que acreditaram no nosso modelo de negócios. Agora, passamos a ter a chancela de uma das maiores empresas do mercado de seguros também. O investimento da Munich é uma validação do que estamos fazendo em termos de subscrição de risco e regulação de sinistros", diz Rafael Cló, CEO da Azos.

 

Desde sua fundação, a insurtech já levantou mais de R$ 100 milhões em investimentos. A operação teve início no primeiro semestre de 2021, apresentando ao mercado seguros coberturas de até R$ 2 milhões, que podem ser contratados em até 24h e com flexibilidade para o segurado definir o tipo de proteção que deseja. A Azos já conta com mais de 500 corretores cadastrados e estima que terminará o ano de 2022 com mais de R$ 12 bilhões em capital segurado.

 

"Estamos crescendo em um ritmo acelerado e melhorando consistentemente a experiência dos nossos clientes, corretores e parceiros. Nosso NPS, métrica que reflete diretamente na experiência dos usuários, está em 86, quase 3 vezes acima que a média do mercado", complementa Cló.

 

Inspirada em um modelo de negócio conhecido nos Estados Unidos como Managing General Agent (MGA), a Azos comercializa os produtos de seguro a partir de uma parceria com a seguradora Excelsior, a quem cabe emitir as apólices e fazer girar todo o fluxo financeiro com a resseguradora, no caso o IRB, que é o maior ressegurador da américa latina.

 

"Nosso trabalho tem se notabilizado por democratizar o acesso ao seguro de vida no Brasil ao oferecer aos consumidores coberturas que se adaptam às suas necessidades individuais, muitas vezes a um custo menor, e por trazer inovação a um mercado tradicional," acrescenta Cló.

 



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2019 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.