Seminário debate financiamento de políticas de combate à violência contra crianças e adolescentes


Por Redação

27/10/2023  às  09:17:45 | | views 8045


Depositphotos/ Agência Câmara

Evento acontece na próxima terça-feira (30), no auditório Freitas Nobre, em Brasília (DF)


A Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados vai realizar seminário na terça-feira (31) para debater a violência praticada contra crianças e adolescentes com foco na perspectiva orçamentária.

 

Confira a programação do evento, marcado para as 13h30, no auditório Freitas Nobre. O evento poderá ser acompanhado pelo canal da Câmara dos Deputados no YouTube.

 

O requerimento para a realização do seminário foi apresentado pelo deputado Glauber Braga (Psol-RJ) e pela deputada Sâmia Bomfim (Psol-SP). Eles consideram que o orçamento é uma ferramenta "indispensável" para a elaboração e implementação de políticas públicas voltadas à proteção de crianças e adolescentes.

 

No entanto, alertam, nos últimos seis anos, em média 5,6% do Orçamento Geral da União foi direcionado para essa faixa etária, apesar de crianças e adolescentes representarem cerca de 25% da população.

 

Estratégia nacional

"A prevenção da violência contra crianças e adolescentes deve ser considerada no planejamento do Orçamento Público, mas o País ainda carece de uma estratégia nacional e intersetorial para essa prevenção", afirmam os parlamentares no documento em que pedem o debate.

 

Braga e Sâmia dizem que, atualmente, a prevenção é fragmentada em diversos planos setoriais, "sem uma coordenação eficiente, monitoramento integrado ou priorização orçamentária adequada" (Com Agência Câmara)



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2019 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.