Congresso de Operações Policiais apresenta tecnologias não letais para a segurança pública


Por Redação

06/10/2023  às  07:01:03 | | views 7941


@izy.com

Granadas inteligentes, drones utilizados em missões de paz da ONU, armas de incapacitação neuromuscular são alguns dos recursos que ajudam a proteger e preservar vidas em confrontos


A próxima edição do Congresso de Operações Policiais - COP Internacional - está marcada para acontecer entre os dias 25 e 27 de outubro de 2023, no São Paulo Expo, em São Paulo-SP. O evento oferecerá uma oportunidade única para profissionais de segurança pública e público em geral conhecerem as mais recentes inovações nesta área. Uma das principais atrações é a feira de negócios que reúne indústrias do setor bélico, tático, outdoor e de tecnologia, e contará com uma variedade de inovações e recursos não letais projetados para melhorar a eficácia e a segurança das operações das forças de segurança.

 

Para João Sansone, idealizador e responsável pela organização do COP Internacional, na medida em que a segurança pública evolui para enfrentar os desafios contemporâneos, a adoção de tecnologias têm se mostrado uma estratégia eficaz para evitar confrontos diretos com oponentes e estes recursos desempenham um papel crucial na modernização das operações de policiamento. “As tecnologias permitem que os operadores em campo lidem com as ameaças de forma mais segura. Quanto menor a exposição ao confronto direto, maior a chance de sucesso e a proteção tanto de agentes, como dos cidadãos”, afirma Sansone.

Tecnologias aplicadas na inteligência policial

O uso de tecnologias está se tornando mais comum na área de inteligência policial, permitindo uma análise mais rápida e precisa de grandes conjuntos de dados para identificar padrões e tendências. Exemplo disto está na utilização da Inteligência Artificial para o reconhecimento facial, identificação de placas de veículos, centros de monitoramentos de cidades e no encontro de padrões de comportamento que sugiram atividades ilícitas ou fora dos padrões normais.

 

Drones e granadas inteligentes

Quem visitar a feira também poderá conhecer o Condor Drop, drone operado remotamente capaz de transportar até 48 munições. Para Lucas Carci Pitanga, Gerente de Marketing da Condor Tecnologias Não Letais, fabricante do equipamento, o recurso oferece maior precisão e segurança nas operações utilizando diferentes estratégias operacionais. “O Condor Drop permite a personalização dos disparos e rotas com precisão e, de acordo com o tipo de ocorrência, o agente pode definir a estratégia que melhor se adequa, seja ela lacrimogênea, fumígena colorida, pimenta ou agentes líquidos”, afirma. 

 

A Condor fabrica produtos usados em missões de paz da ONU e promove a Doutrina do Uso Proporcional da Força, orientando agentes de segurança a considerar armas de fogo como última opção em situações de confronto. Além dos drones, a empresa também estará expondo a Ecobody, primeira granada de efeito moral biodegradável do Brasil, feita em papel celulose de alta densidade e as Smart Grenades com EOT Eletrônico, uma linha de granadas inteligentes que combina explosivos com software avançado para controle personalizado nas operações. “Nosso foco é o desenvolvimento de tecnologias não letais que auxiliem as forças de segurança em sua missão de manter a lei e a ordem enquanto preservam vidas”, complementa Lucas.

 

Câmeras corporais com áudio bi-direcional e armas de incapacitação neuromuscular

A americana Axon é uma das expositoras que levará para o COP tecnologias não letais. Com 30 anos de experiência, a empresa é fornecedora das câmeras corporais utilizadas pela Polícia Militar de São Paulo, que tem por objetivo garantir o registro das ocorrências atendidas e permitir o contato direto do policial em campo com o COPOM. Para Arthur Bernardes, Senior Account Manager Brasil da Axon, uma das vantagens desta tecnologia é a possibilidade de falar diretamente com a base sem a necessidade de uso de rádio. “As câmeras Axon Body 4 já vem com áudio bi-direcional, que garantem uma integração muito maior entre os agentes de campo e o comando facilitando, por exemplo, o pedido de reforços quando necessário, ou mesmo o repasse de instruções para o policial”, afirma Arthur.

 

Outro recurso que será apresentado pela Axon é o Taser 4, uma nova geração de arma de incapacitação neuromuscular temporária que realiza um disparo de descarga elétrica no alvo, evitando que o opositor possa realizar um disparo de arma de fogo ou qualquer outra conduta mais agressiva.

 

Os interessados em conhecer as novas tecnologias podem visitar o evento que é gratuito e aberto ao público maior de 18 anos. As inscrições podem ser realizadas através do site www.copinternacional.com.

 

Sobre o COP Internacional

Com o objetivo de integrar a sociedade civil junto às forças de segurança, defesa e justiça do país, o COP Internacional é o maior evento latino-americano voltado para a atividade policial e acontece entre os dias 25 e 27 de outubro de 2023, no São Paulo Expo, em São Paulo-SP. Em sua terceira edição, essa é a primeira vez que o evento acontece na capital paulista e sua programação é totalmente pensada para qualificar e atualizar profissionais do setor. Além das palestras, o COP Internacional também realiza uma feira de negócios que reúne indústrias do setor bélico, tático, outdoor e de inteligência que irão expor seus produtos e inovações voltados para a defesa, segurança pública e atividades de caça e tiro esportivo, entre elas Condor, Invictus Tactical e Outdoor, Coringa, Springfield Armory e Canik.



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2019 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.