São Paulo registra mais de 20 casos de roubos de carga por dia


Por Redação

28/03/2024  às  09:41:11 | | views 204


?fecap?br

Cidades do litoral entraram na rota dos bandidos. Estudo traz panorama completo de onde os crimes ocorrem e quais os modelos de caminhões e tipos de mercadorias mais visados


Menos caminhoneiros foram vítimas dos criminosos, no Estado de São Paulo, em 2023. É o que revela o Boletim Tracker-Fecap, que acaba de ser divulgado. Entre janeiro e dezembro, o número de furtos caiu 14% e o de roubos 30%, totalizando uma redução média de 27% nas ocorrências, na comparação com o ano anterior. Ainda assim acontecem, em média, cinco crimes desta natureza por dia, no Estado.

2023

Furto (art. 155)

Roubo (art. 157)

Total Geral

Furto (art. 155)

Roubo (art. 157)

Total Geral

jan

60

110

170

36%

-26%

-11%

fev

43

121

164

8%

-31%

-24%

mar

55

148

203

10%

-24%

-17%

abr

50

117

167

-18%

-40%

-35%

mai

53

151

204

10%

-15%

-10%

jun

37

138

175

-12%

-27%

-25%

jul

33

136

169

-31%

-10%

-15%

ago

33

120

153

-44%

-21%

-27%

set

39

105

144

-35%

-41%

-39%

out

41

123

164

-24%

-34%

-31%

nov

47

105

152

-11%

-40%

-34%

dez

36

70

106

-37%

-55%

-50%

Total Geral

527

1444

1971

-14%

-30%

-27%

 

"A redução no número de ocorrências é sempre uma boa notícia. Podemos correlacionar a evolução tecnológica aplicada nos veículos pesados junto com o acompanhamento da dirigibilidade do motorista. Essa combinação forma uma importante ferramenta de sucesso na redução do risco. O Grupo Tracker possui alta tecnologia diferenciada no mercado com redundância nos protocolos de comunicação com GPS/GPRS, radiofrequência e mais um canal autônomo. Esta tecnologia com inteligência embarcada aliada a uma operação robusta na área de comando com pronta-resposta terrestre e aérea são fundamentais na segurança do patrimônio do transportador", destaca a diretora de Marketing e Vendas do Grupo Tracker, Ana Cardoso.

 

Para o coordenador do Departamento de Pesquisas em Economia do Crime da FECAP, Erivaldo Costa Vieira, "a diminuição observada pode ser parcialmente atribuída à postura mais assertiva adotada pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), que registrou um incremento de 8% no número de operações, em comparação com o ano de 2022. Como consequência, o número de recuperação de veículos cresceu 18% no mesmo período, passando de 41.927 veículos recuperados em 2022 para 49.366 em 2023. Quando a polícia intensifica os esforços em busca, recuperação e prisão dos envolvidos, envia um sinal forte aos criminosos, contribuindo para a redução do número de crimes", analisa.

 

O estudo Tracker-Fecap também analisou os boletins de ocorrência referentes a cargas. Em 2023, houve uma redução de 14% nos roubos e furtos, na comparação com 2022. Foram 5929 ocorrências, uma média de 16 por dia.

2023 Furto (art. 155) Roubo (art. 157) Total Geral Var% ano
jan

42

494

535

-9%

fev

46

435

481

-10%

mar

51

521

571

-14%

abr

29

429

458

-19%

mai

32

493

525

-8%

jun

23

428

451

-19%

jul

19

421

440

-23%

ago

30

418

448

-14%

set

47

439

486

-7%

out

35

438

473

-9%

nov

50

514

564

-5%

dez

31

466

497

-16%

total

435

5496

5929

-14%

 

Cidades

No caso dos veículos pesados, a capital e Guarulhos são as cidades que lideram o ranking, o que se justifica pela densidade populacional. Chama atenção também o alto índice de ocorrências em Jundiaí, conhecida por infraestrutura de transportes, e Campinas, importante polo econômico do estado.

Caminhões - TOP 21 Cidades Furto (art. 155) Roubo (art. 157) Total Geral
S.PAULO

63

351

414

GUARULHOS

6

129

135

JUNDIAI

7

58

65

CAMPINAS

15

42

57

OSASCO

6

44

50

ITAPECERICA DA SERRA

4

46

50

SUMARE

20

15

35

CUBATAO

1

32

33

ATIBAIA

2

26

28

ITAQUAQUECETUBA

1

27

28

EMBU DAS ARTES

4

22

26

S.JOSE DOS CAMPOS

16

8

24

MIRACATU  

23

23

PAULINIA

4

18

22

HORTOLANDIA

14

8

22

JACAREI

6

16

22

ARUJA

1

20

21

LIMEIRA

7

13

20

ITATIBA

1

19

20

MAIRIPORA

6

11

17

AMERICANA

10

7

17


Os bairros mais perigosos são Vila Maria (34 eventos), Vila Leopoldina (19), São Domingos (16), Jaçanã (11), Vila Guilherme (9), seguidos por Jaraguá, Socorro, Jardim São Luis, Pari, Parque Novo Mundo e Perus (todos com 8 ocorrências).

Caminhões - TOP 20 Logradouros na Cidade de São Paulo

Furto (art. 155)

Roubo (art. 157)

Total Geral

RUA PIERRE LAFAGE

 

12

12

RODOVIA FERNÃO DIAS

 

8

8

AVENIDA DOUTOR GASTÃO VIDIGAL

6

1

7

ESTRADA DO M'BOI MIRIM

 

6

6

AVENIDA ALEXANDRE MACKENZIE

 

6

6

RUA PTOLOMEU

 

5

5

RODOVIA BR 381

 

5

5

AVENIDA NOSSA SENHORA DA PAZ

 

4

4

RUA ACEDIO JOSE FONTANETE

 

4

4

RODOVIA PRESIDENTE DUTRA (BR 116)

 

4

4

RODOANEL MÁRIO COVAS

 

4

4

RUA ARARI LEITE

 

4

4

MARGINAL PINHEIROS

 

4

4

AVENIDA ARICANDUVA

 

4

4

AVENIDA DONA BELMIRA MARIN

 

4

4

AVENIDA ERNESTO IGEL

 

4

4

RETORNO RODOVIA FERNAO DIAS

1

3

4

 

O especialista da FECAP destaca a dispersão geográfica das ocorrências. Os dados indicam que, ao invés de se concentrarem em poucos pontos críticos, tais crimes estão distribuídos por toda a cidade, o que complica as estratégias de prevenção e resposta das autoridades. "Isso exige uma análise mais profunda dos padrões de crime, talvez através da utilização de tecnologias de big data e algoritmos preditivos que podem mapear tendências emergentes e orientar a alocação de recursos de forma mais eficiente e em tempo real", analisa Erivaldo Costa Vieira.


O estudo também tem implicações para as estratégias das empresas de logística e para os seguradores. "O padrão disperso dos roubos e furtos indica que medidas de segurança não podem ser apenas localizadas, mas devem ser extensivas e integradas, potencialmente incluindo sistemas de rastreamento aprimorados, protocolos de resposta rápida e treinamento de motoristas para práticas de direção defensiva", alerta Ana Cardoso.

 

Marcas e modelos
 

Os dez primeiros modelos listados somam 23% do total de ocorrências, o que indica que nenhum modelo específico é desproporcionalmente visado.

Marcas e Modelos mais Roubados iu Furtados Furto (art. 155) Roubo (art. 157) Total Geral
VW/24.280 CRM 6X2

26

55

81

VOLVO/FH 460 6X2T

1

77

78

VOLVO/FH 540 6X4T  

76

76

SCANIA/R450 A6X2

1

47

48

VW/24.250 CNC 6X2

15

30

45

FORD/FORD F 4000

38

2

40

SCANIA/R 440 A6X2  

29

29

M.B./M.BENZ L 1113

20

4

24

SCANIA/R 440 A6X4

1

19

20

M.BENZ/ATEGO 2426

1

17

18

 

Roubo e furto de cargas - Cidades

Quanto às cargas, os dados do Boletim Tracker-Fecap revelam que as cidades do litoral estão na mira dos criminosos. São Vicente, Praia Grande e Guarujá estão entre as 10 mais perigosas. Isso mostra uma clara relação com a expansão do crime organizado na região.

Cargas - Cidades TOP 10

Furto (art. 155)

Roubo (art. 157)

Total Geral

S.PAULO

127

2577

2704

GUARULHOS

22

257

279

OSASCO

12

285

297

PRAIA GRANDE

3

185

188

S. VICENTE

1

149

150

ITAPEVI

7

118

125

CAMPINAS

10

115

125

S. BERNARDO DO CAMPO

11

112

123

GUARUJÁ

1

89

90


Na capital paulista, os bairros com mais ocorrências são os mais afastados do centro, "que evidenciam uma problemática mais ampla de segurança urbana nas áreas periféricas da cidade", afirma o coordenador do Departamento de Pesquisas em Economia do Crime da FECAP. "Nestas regiões, há um perfil específico dos bens visados: itens de baixo valor individual, porém de alta liquidez, como alimentos, cigarro e bebidas, que são atraentes para os criminosos devido à facilidade de revenda em mercados informais e com baixa fiscalização", complementa, Erivaldo Costa Vieira.

Cargas - TOP Bairros Capital Furto (art. 155) Roubo (art. 157) Total Geral
GRAJAU

2

123

125

BRASILANDIA

3

82

85

VILA MARIA

7

73

80

CIDADE DUTRA

2

70

72

CAPAO REDONDO

2

52

54

TREMEMBE

0

39

39

PARI

4

29

33

SACOMA

0

31

31

RAPOSO TAVARES

0

25

25

PIRITUBA

0

22

22

Total Geral

20

546

566



Cargas - TOP 10 Logradouros Cidade de São Paulo Furto (art. 155) Roubo (art. 157) Total Geral
AVENIDA DONA BELMIRA MARIN  

34

34

VEDAÇÃO DA DIVULGAÇÃO DOS DADOS RELATIVOS

2

26

28

AVENIDA SENADOR TEOTONIO VILELA

1

19

20

AVENIDA DAS NAÇÕES UNIDAS  

12

12

AVENIDA CARLOS BARBOSA SANTOS  

11

11

AVENIDA DOS BANDEIRANTES  

11

11

ESTRADA DAS LAGRIMAS  

10

10

RUA TRÊS CORAÇÕES  

9

9

AVENIDA PAULO GUILGUER REIMBERG  

9

9


Mercadorias mais roubadas

Posição Tipo de Mercadoria Descrição
1 Eletrônicos Inclui smartphones, laptops, tablets e outros dispositivos de alto valor.
2 Produtos Farmacêuticos Medicamentos, vacinas e equipamentos médicos.
3 Alimentos e Bebidas Itens perecíveis e não perecíveis, incluindo bebidas alcoólicas.
4 Vestuário Roupas, calçados e acessórios de marcas famosas.
5 Cigarros Altamente visados devido ao alto imposto e facilidade de revenda.
6 Cosméticos e Perfumes Produtos de beleza e fragrâncias de luxo.
7 Peças de Veículos Peças de reposição, pneus e acessórios automotivos.
8 Cargas Metálicas Cobre, alumínio e outros metais devido ao seu valor no mercado de sucata.
9 Produtos Químicos Inclui substâncias industriais e agrícolas.
10 Eletrodomésticos Grandes e pequenos aparelhos domésticos.



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2019 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.