Itamaraty foi avisado da invasão à embaixada da Venezuela


Por Redação

19/11/2019  às  10:01:22 | | views 2821


Jefferson Rudy/Agência Senado

A afirmação é do senador Rogério Carvalho, que quer explicações sobre o caso


Em discurso nesta segunda-feira (18), em Plenário, o senador Rogério Carvalho (PT-SE) comunicou que protocolou dois requerimentos: um de convocação do ministro das Relações Exteriores, chanceler Ernesto Araújo, e o outro da convidada Maria Teresa Belandria, reconhecida pelo governo brasileiro como a embaixadora do autoproclamado presidente da Venezuela, deputado Juan Guaidó.

 

Para Rogério Carvalho, a presença de ambos na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) será oportuna, para que eles prestem esclarecimentos sobre a invasão da embaixada da República Bolivariana da Venezuela, no último dia (13). De acordo com o parlamentar, é preciso saber se houve conivência por parte do governo brasileiro e se este violou o tratado de Viena, que garante imunidade aos corpos diplomáticos.

 

"Estamos aqui diante de uma situação gravíssima, você tem o Itamaraty informado de uma invasão a uma embaixada e o Itamaraty não toma nenhuma providência para preservar e cumprir todas as garantias e todos os tratados internacionais de que o Brasil é signatário", afirmou o senador, dizendo ainda que "o Brasil não só não protegeu o corpo diplomático venezuelano, como também integrantes do Itamaraty estavam lá para retirar o corpo diplomático legalmente constituído da Venezuela". (Com Agência Senado)



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2019 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.