Colunista

Helmuth Hofstatter

Análise Preditiva com Big Data: utilize dados para previsões


20/08/2019 | 00:00:00 | Visto por: 675 leitores

     As diferentes operações no Comércio Exterior geram um grande volume de dados pela troca de informações entre as partes. Por isso a gestão no contexto Data Driven tem se tornado cada vez mais comum, com negócios apostando em tecnologia e Inteligência Artificial.

 

     Estes recursos que até então assumem uma posição estratégica no negócio, ao embasar decisões mais assertivas, agora adquirem uma nova função: a de previsão. Com a comparação de dados a partir de relatórios históricos é possível prever tendências e antecipar soluções em um método conhecido como Análise Preditiva.

 

     Contudo para aplicar esta metodologia é preciso ter acesso a uma base com informações passadas, a exemplo de que uma ferramenta Big Data pode oferecer. Veja mais sobre como isso acontece na prática a seguir:

 

Como funciona a Análise Preditiva?

     Com uma ferramenta de dados a disposição, é preciso realizar um planejamento para uma boa análise preditiva. Isso inclui definir qual o objetivo ao realizar a análise, quais serão as métricas utilizadas para medir os resultados, qual a melhor forma de processar os dados e por fim, definir uma política de segurança e treinamento interno para lidar com as informações.

 

Quais as vantagens da Análise Preditiva:

     - Melhorar a qualidade nos processos

     - Encontrar os fornecedores e as ferramentas certas

     - Minimizar os riscos do negócio

     - Ter melhores informações sobre os concorrentes

 

Para que o meu negócio pode aplicar a análise preditiva?

     A análise preditiva pode ser realizada em diferentes momentos, de acordo com a necessidade atual do negócio. Utilize a metodologia para detectar problemas, a partir da análise de comportamento. Otimize gastos, a partir da melhor estratégia comercial e lista de fornecedores e também melhore as operações, a partir do gerenciamento de recursos.



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2019 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.