Seguradoral registra crescimento de 35,3% em prêmios no 1º trimestre


Por Redação

29/04/2022  às  09:34:45 | | views 6656


@InPress Porter Novelli

Volume de prêmios da companhia no País totalizou 987 milhões de euros, apoiado, principalmente, pela evolução positiva dos seguros Rural, Vida e Auto


No 1º trimestre, a MAPFRE Brasil registrou crescimento de 35,3% em prêmios no comparativo com o mesmo período de 2021. O volume atingido pela companhia no País totalizou 987 milhões de euros, alavancado, principalmente, pela evolução dos negócios agrícolas, de Vida Risco e os seguros de automóveis, que cresceram 76,3%, 21,7% e 35,2%, respectivamente.

 

Por ramos de negócio, os Seguros Gerais foram os que mais contribuíram para o Grupo no Brasil (+46,1%), com um volume de 541 milhões de euros. Em seguida, vieram os segmentos de Vida, com 295 milhões de euros, e Auto, com 151 milhões de euros.

 

"Mesmo ainda diante de um cenário de desafios econômicos, conseguimos evoluir com nosso plano estratégico, com modelos de subscrição ainda mais adequados à realidade do mercado. Temos objetivos claros para seguirmos com precisão e sustentabilidade em nossos ramos de atividade no Brasil, sempre próximos aos nossos parceiros e clientes", comenta Fernando Pérez-Serrabona, CEO da MAPFRE Brasil.

 

A MAPFRE no mundo

Os prêmios da MAPFRE cresceram 10,9% globalmente no 1º trimestre, atingindo 6,5 bilhões de euros, com aumentos significativos em todos os mercados e suas operações. O volume de prêmios marca um importante ponto de virada no retorno à trajetória de crescimento: é o maior volume de negócios dos últimos cinco anos.

 

A receita do Grupo entre janeiro e março deste ano foi de 7,5 bilhões de euros, representando um aumento de 3,6% em relação ao mesmo período de 2021. A maioria dos países apresenta crescimento significativo devido ao desempenho positivo de quase todas as moedas, tanto em euros quanto em cifras locais. A evolução do negócio evidencia os frutos da estratégia da diversificação geográfica, solidez e resiliência do Grupo MAPFRE.

 

No primeiro trimestre de 2022, apesar da variante Ômicron, a taxa de sinistros causados pela Covid foi reduzida com o avanço da vacinação. O índice combinado ficou em 98% - o que representa um aumento de 3,7% - devido ao crescimento geral dos sinistros de Automóveis e Saúde, justificado pelo aumento da mobilidade e pelo custo médio impactado pelas tensões inflacionárias, este agravado pelo conflito na Ucrânia. Porém, a amplitude geográfica e de negócios da MAPFRE protege a companhia contra essas variações: outros ramos de negócios, como os Seguros Gerais, apresentaram desempenho favorável, com índice combinado de 92,6%.



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2019 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.