Denúncias de trabalho degradante e perseguições na Embrapa


Por Redação

06/12/2018  às  10:32:33 | | views 25



De acordo com a deputada Erika Kokay (PT-DF) é preciso saber o que vem sendo feito para resolver os problemas apontados na empresa


A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público discute nesta quinta-feira (6) as denúncias de trabalho degradante, perseguição, assédio moral e desrespeito à liberdade sindical na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

 

O assunto já foi debatido pelo colegiado no ano passado. De acordo com a deputada Erika Kokay (PT-DF), que pediu a audiência pública, é preciso saber o que vem sendo feito para resolver os problemas apontados.

 

“As sugestões e propostas de encaminhamentos foram remetidas diretamente ao Ministério da Agricultura, à presidência da Embrapa, bem como ao Sindicato dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf) para a adoção das medidas pertinentes no âmbito da competência de cada instituição”, disse Kokay.

 

Foram convidados:

- o presidente da Embrapa, Sebastião Barbosa;

- o ouvidor-geral do União, Gilberto Waller Junior;

- a analista de Transferência de Tecnologia e Comunicação Empresarial da Embrapa, Indramara Lobo;

- as procuradoras do Ministério Público do Trabalho da 10ª Região Ludmila Lopes e Renata Coelho; e

- representante do Sinpaf.

 

A audiência ocorrerá às 10 horas, no plenário 12, e poderá ser acompanhado ao vivo abaixo.

(Com informações da Agência Câmara)

 



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2018 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.