Validação biométrica e quebra de urnas atrasam votação no Rio


Por Redação

07/10/2018  às  15:49:17 | Atualizado em 07/10/2018 - 16:38:57 | views 46


Tânia Rego (Agência Brasil)

Para tentar resolver a dificuldade de identificação pela biometria, está sendo ustilizado o sistema de cadastro do Detran


Longas filas em razão de atrasos no sistema de votação, marcaram o início do processo eleitoral no Rio de Janeiro. A validação da biometria e casos de quebra de urnas foram os principais problemas. Em locais como a Escola Municipal Barão Homem de Mello, em Vila Isabel, zona norte, eleitores têm esperado até uma hora votar.

 

Na escola, os eleitores começaram a chegar cedo e, às 7h30, já havia fila no local. Conforme as horas foram passando, com o aumento no número de eleitores, os problemas foram surgindo e as reclamações também. Por volta de 11h, uma urna teve de ser trocada.

 

No Ciep Presidente Agostinho Neto, no Humaitá, zona sul, os eleitores estão enfrentando os mesmos problemas. A dificuldade de identificação por meio da biometria está sendo resolvida com o uso do sistema de cadastro do Detran.

 

Por volta das 12h30, integrantes da Justiça Eleitoral chegaram com a segunda urna trocada neste domingo no local.

 

No Ciep, houve momentos de tensão entre os eleitores, mas no início da tarde a situação estava mais tranquila. (Com informações da Agência Brasil)



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2018 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.