Para ganhar eleitores Haddad vai focar na segurança pública


Por Redação

10/10/2018  às  08:38:32 | | views 17



Uma possível mudança nas ações de marketing do candidato à presidência da República, Fernando Haddad, deverá enaltecer questões sobre segurança


Após sentir a candidatura ameaçada pelo concorrente, Jair Bolsonaro (PSL), a equipe de organização de campanha de Fernando Haddad (PT), tentar ganhar força na corrida presidêncial. Ao perceber uma posível terrota em primeiro turno das eleições, o PT passou a investir em questões de segurança, afirmando que a Polícia Federal passaria a ser a principal gestora da segurança pública.

 

O fato não convenceu os eleitores e Fernando Haddad deve um desempenho ruim na maioria dos estados brasileiros. Para tentar reverter a situação e por recomendação de aliados (governadores eleitos e dirigentes do PSOL), Haddad tentará pegar pesado no tema segurança pública. Uma das sugestões é que o candidato passe a defender penas mais rígidas para o crime de homicídio, assim como aceler rito para julgamento desses criminosos.

 

Após reunião com os aliados, principalmente após conversa com o governador reeleito na Bahia, Rui Costa, a ideia de utilizar a Polícia Federal no combate ao crime organizado, que já faz parte do plano de governo petista, será reforçada. No entanto, Haddad não se manifestou en relação ao endurecimento das penas durante entrevista concedida à imprensa junto aos aliados.

 

Mas o governador da Bahia garantiu que Haddad foi receptivo à proposta e o coordenador da campanha, Sérgio Gabrielli, destacou a importância de ampliar as discussões sobre segurança. O ex-deputado Marcelo Freixo é outro que insiste para que o candidato do PT invista no assunto segurança, dizendo que Bolsonaro já defendeu a legalização de milícias, dando uma demonstração do dom que deverá seguir a campanha.



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2018 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.