Incêndio em hospital: polícia aciona protocolo de atendimento


Por Redação

13/09/2019  às  13:59:13 | | views 1845


Fernando Frazão/Agência Brasil

Processo é o mesmo usado na tragédia do Ninho do Urubu


A Polícia Civil do Rio de Janeiro acionou, na manhã desta sexta-feira (13), o protocolo de Atendimento de Tragédia em Massa para atender aos familiares e examinar os corpos das vítimas do incêndio ocorrido ontem (12_no Hospital Badin, no Maracanã.

 

O protocolo é o mesmo usado no caso da tragédia do Ninho do Urubu em fevereiro deste ano, quando 10 adolescentes morreram em um incêndio no centro de treinamento do Flamengo.

 

Foram acionadas equipes extras de papiloscopistas e uma sala foi disponibilizada no Instituto Médico-Legal (IML) para acolher os parentes, com atendimento de assistente social e psicólogo.

 

Segundo informações da Polícia Civil, foram levados para o IML 10 corpos de vítimas do incêndio e, até o momento, seis passaram pela necropsia e foram oficialmente identificados.

 

As vítimas já identificadas são Maria Alice Teixeira da Costa, Luzia dos Santos Melo, Ana Almeida do Nascimento, Irene Freitas e Virgílio Claudino da Silva. (Com Agência Brasil)



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2019 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.