• PUBLICIDADE

Avião com mais de 100 pessoas a bordo cai no Sul do Paquistão


Por Redação

22/05/2020  às  09:51:38 | | views 3357


googlemaps

Aeronave caiu em um bairro residencial da cidade de Carachi


Um avião da companhia Pakistan International Airlines (PIA) com cerca de 100 pessoas a bordo caiu hoje (22) em Carachi, no Sul do Paquistão, anunciou a autoridade da aviação paquistanesa.

 

Imagens transmitidas pela televisão pública do país mostram que a aeronave caiu em um bairro residencial da cidade, a mais populosa do Paquistão.

 

"O avião caiu em Carachi. Estamos tentando confirmar o número de passageiros, mas, em princípio são 99 e oito tripulantes", disse à AFP Abdul Sattar Khokhar, porta-voz da autoridade da aviação do Paquistão.

 

"As últimas palavras do piloto foram para informar que havia um problema técnico. Disseram a ele que tinha duas pistas disponíveis, mas o piloto indicou que queria dar a volta", disse o ceo da companhia, Arshad Malik, em mensagem de vídeo divulgada após o acidente.

 

O voo tinha decolado de Lahore, a segunda maior cidade do país.

 

O Airbus A320 teria 107 pessoas a bordo, de acordo com agência Reuters, 99 passageiros e 8 tripulantes. Dez corpos já foram resgatados.

 

O Exército paquistanês disse que as tropas paramilitares chegaram rapidamente ao local para prestar socorro e tentar resgatar os tripulantes. Fontes revelaram à Al Jazeera que há várias casas em chamas.

 

O acidente ocorre poucos dias depois de o país ter retomado os voos comerciais, depois de terem sido interrompidos por causa da pandemia de covid-19. (Agência Brasil, com informações da RTP - emissora pública de televisão de Portugal)



Comentários desta notícia 0



Comentários - ver todos os comentários


Seja o primeiro a comentar!

© Copyright 2002-2019 SEGNEWS - Todos os direitos reservados - É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Rede SegComunicação. SEGNEWS e SEGWEB são marcas da BBVV Editora Ltda, devidamente registradas pelas normas do INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial.